XII SARU – 2015

baner da XII SARU

DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS DOS ARTIGOS E RESUMOS EXPANDIDOS CLASSIFICADOS COM DATA E HORÁRIO DE APRESENTAÇÃO:

PROGRAMAÇÃO DE APRESENTAÇÃO DOS ARTIGOS E RESUMOS DA XII SARU

ÁGUA, ENERGIA e MEIO AMBIENTE – implicações para o Desenvolvimento Regional e Urbano em discussão na Semana de Análise Regional e Urbana – SARU  que está em sua décima segunda edição.

Há mais de dez anos a SARU produz um ambiente de intensa valorização da produção científica baiana, busca o amadurecimento e o desenvolvimento dos estudos e pesquisas no pensar e propor soluções para as demandas do desenvolvimento local, regional e nacional, através da formação de uma massa crítica capaz de produzir trabalhos e pesquisas científicas que contribuam para tais fins, destacando-se os inúmeros apoios, além de preciosas participações da Fundação de Amparo à Pesquisa da Bahia – FAPESB – e da Comissão de Avaliação do Pessoal do Ensino Superior – CAPES – que possibilitaram a consolidação do de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional e Urbano – PPDRU e do evento.

Trata-se de uma semana de intenso debate acadêmico sobre um tema previamente determinado. Especialmente neste ano, edição 2015, traz um tema palpitante na realidade brasileira: ÁGUA, ENERGIA e MEIO AMBIENTE: implicações para o Desenvolvimento Regional e Urbano.

A água é uma benesse de nosso planeta. É a fonte de toda a vida, base da produção de agrícola e industrial. Ao se examinar o consumo de água captada e usada, verifica-se que 70% é consumida pela agricultura, 22% pela indústria e 8% pela atividade doméstica (consumo humano direto). Esses números podem variar dependendo da fonte, porém o Ministério do Meio Ambiente trabalha com essas percentagens.

No ano de 2014 o país viu pela primeira vez uma situação de crise sem precedentes no abastecimento de água, por falta, na região apelidada de caixa d’água do país: o Sudeste do Brasil. O Ecúmeno estatal brasileiro, São Paulo e Rio de Janeiro ficaram dependentes de um rio, o Paraíba do Sul, o que gerou atritos pelo domínio da vazão. A maior cidade da América Latina estava com seus principais reservatórios exauridos até seu volume morto. Ao mesmo tempo, os lagos das principais hidrelétricas da região caíram a níveis alarmantes. Não se tratava de uma falta de água para a indústria, o que já seria extremamente sério considerando-se que o Produto Interno Bruto da Cidade de São Paulo é o segundo do Brasil, mais de real expectativa de falta de água para consumo humano e geração de energia, fato gravíssimo.

Não se tratou de um caso isolado. Outras grandes cidades com vários milhões de habitantes, também estavam em situação crítica. A falta d’água nesses grandes centros não pode ser resolvida por medidas emergenciais, implicam em uma visão estratégica de planejamento que supera em muito a capacidade do Município e mesmo da maioria dos Estados do Brasil. Agrava a situação o fato das maiores e principais bacias hidrográficas brasileiras estarem longe dos principais centros consumidores. Trata-se de uma crise no planejamento brasileiro obrigado a lidar com abundância de água em regiões pouco habitadas e pouco industrializadas e escassez em regiões com excessiva concentração da agricultura, da indústria e de população humana.

Assim evidencia-se a finalidade da XII Semana de Análise Regional e Urbana examinar as implicações e desdobramentos do longo período de desequilíbrio no regime de chuvas, em quantidades menores que as previstas, e o consumo crescente de regiões e grandes centros urbanos.

Para isso estabeleceu-se um Objetivo Geral e seis específicos. Define-se como Objetivo Geral: identificar as bases para o planejamento que contemplem o impacto da água e energia sobre o desenvolvimento regional e urbano. Para atingir este Objetivo julga-se necessário percorrer os seguintes objetivos específicos:

1) identificar os possíveis reflexos sobre a população da região ou das cidades quanto a deslocamentos, crescimento populacional ou declínio, envelhecimento, migração e urbanização.

2) identificar os impactos ou reflexos sobre a produção de alimentos, gestão de recursos hídricos e consumo de energia.
3) Identificar as principais tendências em biotecnologia e ciência dos materiais em relação a produção de energia e captação e distribuição de água.

4) Identificar as principais mudanças no cenário econômico a curto, médio e longo prazo e seus rebatimentos sobre a produção de energia e de água.

5) Identificar as possíveis implicações em relação ao Trabalho e Renda. 6) identificar as principais tendências da Administração Pública; Privada e Governança em relação a captação, gestão e distribuição da água assim como em relação a produção, distribuição e consumo de energia.

baner da XII SARU

A SARU oferece, a cada ano, sempre um evento inédito aos seus participantes, não só em função das mudanças temáticas que ocorrem a cada ano, mas também por inovações incorporadas. Agora na edição XII SARU ocorrerá uma intensa interdisciplinaridade e exogenia, com outros programas  da UNIFACS e de participantes de outras instituições universitárias de Salvador além de outras dedicadas a pesquisa e tecnologia do Estado: FAPESB, SECTI, SEI e Institutos de pesquisas.

PROGRAMAÇÃO

Semana de Análise Regional e Urbana (SARU), oferece, a cada ano, sempre um evento inédito aos seus participantes, não só em função das mudanças temáticas que ocorrem a cada ano, mas também por inovações incorporadas. Nesta edição XII SARU (2015) ocorrerá uma intensa interdisciplinaridade e exogenia, com outros programas  da UNIFACS e de participantes de outras instituições universitárias de Salvador além de outras dedicadas a pesquisa e tecnologia do Estado: FAPESB, SECTI, SEI e Institutos de pesquisas.

A SARU promove intenso intercâmbio entre discentes, docentes, inter e intra programas e instituições em torno de um tema central que seja reflexo dos grandes problemas que afetam a vida social e econômica reclamando por soluções urgentes. Assim nesta edição, a XII SARU, face a recente crise hídrica ocorrida na região conhecida como “Caixa d’água brasileira” e seus amplos desencadeamentos na crise energética, conduziu ao tema “Água, Energia e Meio Ambiente: Implicações para o Desenvolvimento Regional e Urbano“, mobilizando o segmento acadêmico/científico a dar a sua contribuição em busca de soluções para as implicações do tema.

O tema será debatido e analisado sob a pauta da seguinte PROGRAMAÇÃO e PALESTRAS MAGNAS:

SARU PROGRAMAÇÂO _SEG_A_QUA2

A QUESTÃO DO MEIO AMBIENTE

Quinta-feira – de 14:00 h às 22:00 h

A Questão do meio ambiente- XII SARU

SARU PROGRAMAÇÂO _QUI

A QUESTÃO DA ENERGIA

Sexta-feira – de 14:00 h às 22:00 h

A Questão da ENERGIA- XII SARU

SARU PROGRAMAÇÂO _SEX

A QUESTÃO DA ÁGUA, CIDADES E SOLUÇÕES PARA ÁGUA, ENERGIA E MEIO AMBIENTE

Sábado – de 08:00 h às 12:00 h

A Questão da água - XII SARU

SARU PROGRAMAÇÂO _SAB

Além das Mesas Redondas principais ocorrerão as dinâmicas de EIXOS TEMÁTICOS

INSCRIÇÕES

1ª CHAMADA PARA SUBMISSÃO DE TRABALHOS

XIl Semana de Análise Regional e Urbana – SARU

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS

  1. Como Participar
  •  Cada trabalho deverá ser enviado até 13/11  em um arquivo e apenas em formato Word, sem senhas, através do e-mail:

  [email protected]

  • Cada trabalho deverá ser identificado pelo nome completo do autor principal no nome do arquivo e no corpo do e – mail deve conter a opção de Eixo Temático escolhido. O autor pode enviar mais de um trabalho.
  • A Comissão Organizadora em hipótese alguma se responsabilizará pela formatação dos trabalhos.Desta forma, os trabalhos que não seguirem as normas de publicações serão cancelados automaticamente.
  1. Inscrição dos Trabalhos
  • Os trabalhos poderão ser inscritos por estudantes, professores, pesquisadores e profissionais, desde que em consonância com as linhas temáticas do evento e as instruções fornecidas neste documento.
  • Poderão ser selecionados até, no máximo, 2 (dois) trabalhos para cada primeiro autor. A coautoria não é computada nesse limite.
  • Pelo menos um dos autores do trabalho deverá estar inscrito no evento para critérios de apresentação e publicação nos anais.
  • Apenas os autores inscritos no evento receberão o certificado de apresentação dos trabalhos. A apresentação e/ou publicação do trabalho selecionado estarão vinculadas ao envio do trabalho completo no prazo estipulado nestas normas.

  

  1. Apresentação de trabalho no evento:

 

Será em forma oral, organizada conforme os eixos temáticos e em mesas de debate. O dia e horário da apresentação serão divulgados no site www.ppdru.unifacs.br

XII SARU - Eixos Temáticos

  1. Eixos Temáticos

4.1.Estado e Sociedade 

Coordenação: Profª. Drª. Ana Licks de Almeida

-Participação Social: Democracia e Cidadania

-Controle Social: relação Estado e sociedade civil na busca de alternativas socioeconômicas.

4.2.Planejamento Urbano

Coordenadora: Profª. Drª.AnaLicks de Almeida

-Planejamento Urbano.

-Desafios Urbanos contemporâneos .

4.3. A Economia Regional

Coordenação: Prof. Dr. NoélioDantaslé Spínola

Universidade Salvador

– História econômica regional baiana: economia e tecnologia.

– Serviços intensivos de conhecimento e perspectivas para a Bahia.

– Desenvolvimento, políticas urbanas e redes de cidades.

4.3. Tecnologia, Turismo e Meio Ambiente  – 

Coordenadoras:

Profa. Regina Celeste e Profa. Carolina Spínola

– Turismo e responsabilidade social, práticas para a preservação do meio ambiente integradas à promoção do desenvolvimento social e sustentável.

– Políticas públicas para o turismo e a questão socioambiental.

– Turismo como opção de emprego e renda

– Recursos Hídricos: perspectivas e alternativas.

4.4. Alternativas Sociais, Ambientais, Econômicas e Políticas

Coordenação: Profa. Dra Débora Nunes Sales e Prof. Dr. Alcides Caldas

– Movimentos sociais e iniciativas proativas.

– Tecnologias sociais

– Transferência de renda e programas de combate à fome

4.5. A Educação Hoje: Educação e Desenvolvimento Coordenação: Prof. Dr. Edivaldo Machado Boaventura

– A Expansão da Educação Superior no Brasil por meio da modalidade EAD: impactos no desenvolvimento regional

– Educação Superior, Capital Humano e Desenvolvimento Regional no sertão da Bahia.

– Políticas educacionais e o desenvolvimento regional

–  As novas tecnologias no processo de educação superior

4.6. Desafios Econômicos e o Trabalho

Coordenador: Prof. Dr. Laumar Neves

– Trabalho e renda: perspectivas e alternativas.

– Promoção de inclusão econômica e social.

4.7. Análise espacial e geotecnologias.

Coordenação: Prof. Dr. Renato Barbosa Reis.

– A Economia em Ambiente de mudança populacional, tecnológica, política etc.

– Coordenação: Prof. Dr. Fernando Cardoso Pedrão.

– Alternativas econômicas.

4.8 A Economia em Ambiente de mudança populacional, tecnológica, política etc.

Coordenação: Prof. Dr. Fernando Cardoso Pedrão.

–  Alternativas econômicas.

4.9. Políticas Públicas dos Serviços Essenciais

Coordenação: Prof.Dr. Carlos Alberto da Costa Gomes.

– Políticas públicas e alternativas.

– O papel do Estado na proposição de alternativas econômicas e sociais.

–  Controle social dos serviços essenciais

Na ficha de inscrição os autores deverão especificar o eixo temático a que se refere o trabalho.

  1. Normas de apresentação dos Resumos Expandidos

7.1. Os Resumos Expandidos deverão ter até 4 (quatro) páginas; artigos e projetos no máximo 20 (vinte) páginas;

7.2. Os textos deverão ser apresentados em texto com papel tamanho A4 (21 x 29,7 cm), margem superior e esquerda de 3 cm e direita e inferior de 2 cm. O espaçamento entre as linhas deve ser 1,5. Os parágrafos devem ser justificados, sem recuo da margem esquerda;

7.3. Deverão apresentar a seguinte estrutura:

  1. Título claro e objetivo, expressando da melhor forma possível o conteúdo, com fonte Arial, tamanho 14, caixa alta, negrito e centralizado;
  2. Nome(s) do(s) autor(es) deve(m) vir abaixo do título (texto com fonte tamanho 12, centralizado);
  3. Afiliação institucional dos autores, endereço de email do principal autor (texto com fonte tamanho 10, centralizado);
  4. Os resumos expandidos deverão conter necessariamente: Introdução, Objetivos,
  5. Discussão do Tema ou Resultados da Pesquisa, Conclusões e Referências (de acordocom as normas da ABNT em vigor).
  6. Os resumos somente serão repassados aos comitês científicos se cumprirem todos os requisitos acima especificados.
  1. Processo de classificação dos Trabalhos

Os resumos expandidos inscritos serão aceitos para análise da Comissão Científica do
evento com base nos seguintes parâmetros:

  • Deverão ser originais e inéditos. Trabalhos já apresentados em outros eventos ou publicados não serão aceitos;
  • Devem atender às normas de apresentação dos resumos expandidos, constantes do item 3 deste regulamento;
  • Devem ser encaminhados no prazo determinado por esse regulamento;
  • Devem ser escritos em português ou espanhol;
  • Devem atender a todos os demais critérios especificados nesse documento.

Uma vez classificados, os resumos serão catalogados e terão um número de inscrição atribuídopara que sejam encaminhados, sem identificação, para os comitês científicos.

Cada resumo será avaliado por, no mínimo, dois avaliadores no sistema duplo-cego.

  1. Critérios de avaliação dos Resumos Expandidos

Na avaliação dos Resumos serão considerados os seguintes itens:

  • Aspectosformais e técnicos;
  • Relevância em relação ao tema central do evento ou suas áreas temáticas;
  • Originalidade do assunto em relação ao tema do evento;
  • Aspectos relativos à comunicação escrita (clareza de ideias e qualidade da redação).

As decisões dos comitês científicos de cada eixo temático são soberanas e irrecorríveis.

  1. Apresentação de artigos completos

A formatação dos artigos completos segue a mesma orientação da dos resumos expandidos, devendo apresentar 20 páginas, no máximo.

  1. Apresentação dos trabalhos no evento

A lista de trabalhos selecionados para apresentação na XII SARU estará disponível no site do evento a partir do dia 21 de novembro de 2015.

Os trabalhos serão apresentados em sessões de comunicação oral, agrupados em função de seus eixos temáticos. Cada autor terá 20 minutos para sua apresentação. Após a apresentação haverá 10 minutos para que o apresentador possa responder a perguntas e/ou esclarecer dúvidas dos participantes.

  1. Prazos e Datas.

19/10 – 13/11: submissão dos artigos, resumos expandidos e projetos

13/11 – 20/11: análise e parecer Comissão Científica

21/11: divulgação dos resultados no site do evento e envio de e-mails com as necessidades de correção e acertos, se houver.

21/11-23/11: envio dos artigos formatados para Comissão TI para preparação dos Anais

 

patrocinadores